22 de agosto de 2012

Tento fechar a porta,

mas você insiste em abri-la. Penso que não é impossível lutar contra o que se sente, mas então suas palavras chegam e fazem em mim um efeito inexplicável. Você tenta me convencer das possibilidades, maneiras de ter dado certo. Tento fechar as feridas, mas você as abre, como se tudo fosse um divertido jogo. Você não percebeu que eu não quero mais jogar?



Kamilla de Muinck.

Um comentário:

  1. Que texto legal! Às vezes, estas probabilidades, por menores que sejam, se concretizam; e outras, que tudo se transforma no caos previsto. Há 50% de chance para cada, falta analisar qual alternativa é mais satisfatória. A propósito, vale a pena enfrentar tempestades por bons momentos, àqueles que guardaremos para a eternidade das nossas efêmeras vidas.

    Bjin*

    http://florescerepalavrear.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...