20 de setembro de 2011

Nunca pertenceu a mim.

Enquanto eu ouço essas canções, alguns sentimentos que eu pensei ter descartado voltam todos de uma única vez gritando na minha pele. E enquanto essas canções em particular são tocadas, cada vez mais uma parte de mim vai se esvaziando; uma parte que era sua por completo. E é uma sensação estranha essa de ser esvaziada de uma parte que eu pensei que seria para sempre sua. Pois que fique com você, todas as lembranças, promessas e tardes que passamos: isso nunca pertenceu a mim.




Eu pensei ter te amado enquanto você me amava. Bem, eu pensei muitas coisas por muito tempo. E agora, que sei bem o que é sentir isso, você pode levá-la com você. Eu não quero o seu nome escrito em mim nunca mais.


Kamilla de Muinck.

Um comentário:

  1. Gostei muito do visu, dos textos, do nome do blog e, com certeza, estarei sempre aqui!

    http://voltasdemanu.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...