25 de setembro de 2011

Qual o siginificado?

Amor. Quantas vezes pronuncio essa palavra tentando achar seu verdadeiro siginifcado. Em busca dele, muitas pessoas arriscam tudo. Eu me pergunto se o que eu senti um dia foi amor de verdade. A resposta para essa pergunta, acho que nunca saberei. Há pessoas que quando ouvem a palavra amor pensam em atos grandiosos, presentes caros, demonstrações publicas sobre. Amor não deve ser isso. Porque tanto as palavras quanto as atitudes, para serem algo que possa tocar alguém, não precisa de grandeza. Precisa ser intenso. Às vezes, um "eu te amo" não significa nada. Mas um olhar e um "fico feliz por você" podem ser palavras de uma pessoa que ama verdadeiramente. Descobrir o que é esse sentimento e quais seus sintomas só é possível quando você sente isso queimando em sua alma. O amor deve ser como uma flor, que precisa de cuidados para continuar viva. Outras vezes pode chegar de repente e arrebatar um pobre coração. A única certeza que tenho é de que quem ama, sofre. Não como uma coisa ruim, mas como uma prova de seu amor. Qual o significado do amor? Significa você não saber o que falar, como falar, como agir ou porque agir daquele jeito. Mas que - por Deus - você tenta de tudo para conseguir fazê-lo. Porque o céu à noite pode estar totalmente nublado, mas para quem ama ele estará repleto de estrelas.

Kamilla de Muinck.

20 de setembro de 2011

Nunca pertenceu a mim.

Enquanto eu ouço essas canções, alguns sentimentos que eu pensei ter descartado voltam todos de uma única vez gritando na minha pele. E enquanto essas canções em particular são tocadas, cada vez mais uma parte de mim vai se esvaziando; uma parte que era sua por completo. E é uma sensação estranha essa de ser esvaziada de uma parte que eu pensei que seria para sempre sua. Pois que fique com você, todas as lembranças, promessas e tardes que passamos: isso nunca pertenceu a mim.




Eu pensei ter te amado enquanto você me amava. Bem, eu pensei muitas coisas por muito tempo. E agora, que sei bem o que é sentir isso, você pode levá-la com você. Eu não quero o seu nome escrito em mim nunca mais.


Kamilla de Muinck.

"Sou impossível de esquecer, mas difícil de lembrar."







(Tudo acontece em Elizabethtown)

13 de setembro de 2011

She's broken. He's ok.


2 de setembro de 2011

E em meus pensamentos,

finalmente consigo me encontrar livre. Não há como escapar dos passos que dei quando olho para trás. Ao contrário das pegadas na areia, essas não serão apagadas pelo mar; esses passos estarão eternamente escritos em mim. Mas há como eu os deixar sair. Deixo que eles voem, percorrendo o tempo e sendo completos naquele momento. Deixo meus medos voarem na minha mente. E sou livre, por instantes.Guardo dentro de mim apenas o que ainda me define. O resto eu os liberto; somente assim consigo encontrar a verdadeira eu, que estava todo esse tempo aprisionada. Ergo minha mão a ela, e nós duas fazemos com que uma garota tenha sua canção tocada em sua pele. Em cada pedaço dela encontra-se uma parte de seu livro interminável de encontros e desencontros. E somente assim, eu sou livre.



Kamilla de Muinck.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...