28 de julho de 2011

Try.

Tudo o que sei é que nada é como é vendido. Mas quanto mais eu cresço, menos eu sei. E eu vivi tantas vidas, embora não seja velha. E quanto mais eu vejo, menos eu cresço. Quanto menos sementes, mais eu semeio. Então, vejo você parado aí, querendo mais de mim e tudo o que posso fazer é tentar. Eu queria que eu não tivesse visto toda a realidade. E todas as pessoas reais, na verdade, não são tão reais assim. Quanto mais eu aprendo, mais eu choro. Enquanto digo adeus ao estilo de vida que pensei que tinha projetado pra mim. Então, vejo você parado aí, já sou tudo o que poderia ser, mas tudo o que posso fazer é tentar, tentar. Todos os momentos que já passaram, tentei voltar e fazê-los durar. E todas as coisas que queremos que o outro seja, nós nunca seremos tão maravilhosos. Essa é a vida. Esse é você, querido, essa sou eu, querido. Nós somos, nós somos, nós somos, nós somos, nós somos... livres no nosso amor. Nós somos livres no nosso amor.




Tentar...


Try, Nelly Furtado.

3 comentários:

  1. Quero voltar a ter cinco anos de idade era bem melhor! Ou oito, quando nos conhecemos, era tão maravilhoso, a gente se descabelava e nem se importava. Que saudades! S2

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Gostamos muito do seu post =)
    Acabamos de postar também.. dá uma olhadinha no nosso blog!
    Um beijo grande e boa terça-feira!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...