19 de maio de 2011

Mais viva do que nunca.

Então eu deixo o novo dia fazer de mim uma nova pessoa. Minhas experiências estão guardadas comigos para não me fazer errar. Eu vou continuar andando, sem olhar para trás. Minha consciência está limpa, porque eu fui o tempo todo verdadeira. Mas o destino quis assim. Não era para que isso continuasse, e portanto vou tomando outra estrada e deixando que a felicidade, se assim ela quiser, me encontre. Daqui a algum tempo, não lembrarei mais o seu nome. Mas estarei conhecendo novos, e deixar que a vida me mostre o que vem pela frente, porque eu acredito que qualquer mudança vem para o bem, e dessa vez não seria diferente.



E se eu lembrar de você, vou lembrar como meu primeiro amor. Mas que como todo primeiro amor, teve que acabar para que viessem os outros. E minha história continua, com a minha alma mais viva do que nunca.


Kamilla de Muinck.



Pack Up.

Essa música representa uma nova fase da minha vida. Bem, segue a letra:


"Fico cansada e chateada, e eu estou tentando importar um pouco menos. Se me importo só fico deprimida. Eu fui ensinada a tocar nessas questões que eu tinha dito. Não se preocupe, não há dúvida: há sempre algo para se chorar. Quando você está presa em uma multidão enfurecida, eles não pensam no que dizem antes de abrirem a boca. Arrume o seu drama e seu velho saco grande e leve-os para ver o mar. Eu não me importo que as pessoas podem dizer, o que as pessoas podem dizer sobre mim. Arrume o seu drama e seu velho saco grande, não se preocupe com o rodízio. Eu não me importo o que dizem os sussurros, porque eles sussurram alto demais para mim. Tópico quente, talvez eu deveria deixá-lo cair, é um toque no assunto, e eu gosto de ponta dos pés em volta do navio para baixo. Tenho um centavo, sem libras. Portanto, se seus negócios estão fugindo, não é a da minha conta comentar. Eles não pensam no que dizer quando eles abrem suas bocas... Eu não me importo o que dizem os sussurros, porque eles sussurram alto demais para mim."



Pack Up, Eliza Doolittle.







1 de maio de 2011




Preciso esquecer. Preciso deixar de sentir. Preciso deixar de amar. Preciso me lembrar que a vida continua. Embora meu coração esteja partido em dois, não vou ficar no chão. Eu vou viver. Vou a aprender a esquecer todos os momentos. Eu vou sorrir, mesmo estando chorando por dentro de mim, eu irei deixar tudo isso de lado para viver minha vida da maneira mais intensa possível. E ninguém vai me impedir de continuar meu destino. Deixo as mágoas para trás, depois pensarei nelas, não hoje. Vou apenas sentir a chuva caindo no meu rosto e seguir em frente.



Kamilla de Muinck.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...