13 de fevereiro de 2011

Apenas um caminho.

Está ficando mais fácil negociar comigo mesma. Parece que os vários bichos dentro de mim se aquietaram por um tempo. E eu me sinto tranquila. Muitas vezes eu disse que estava bem, quando não estava. Chorando e sorrindo. Eu não posso mais com isso. E negociei comigo, minhas cicatrizes estão fechadas. Pelo menos por enquanto. Às vezes uma mentira não machuca tanto. Não quando você mente para sí mesmo; não quando você sabe a verdade e usa a mentira para esconder a dor.
A vida tem muito de lhe tirar e te dar novamente. Ou dar e arrancar de você para sempre.Não gostaria de passar minha vida toda mentindo para mim. Eu escondo minha verdade e a jogo lá no fundo. Mas ela continua lá. Não desaparece, não perece. Permanece intacta dentro de mim. Parece ser mais fácil assim. Suportar tudo até o fim da linha. Poderia ser algo da minha cabeça. Estou enxergando de um ângulo errado; esse é o mal da mentira: ela não existe. Você sabe que não. Você sente isso. A verdade lhe grita enquanto a mentira lhe tapa os ouvidos. E é tudo questão de tempo até ela sair, escorrendo pelos olhos.

Mas seja forte criança, aguente sua verdade. Ela sempre lhe mostrará para onde você deverá ir. Não um caminho certo ou errado. Apenas um caminho.





Kamilla de Muinck.
(trecho de um dos meu diários)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...