11 de março de 2010

O que seria do Sol sem a chuva?





Certas coisas nunca mudam. Não importa o momento em que você se encontra e o quanto você diga que se importe. Às vezes você olha e vê o mesmo cenário de antes. Mesmo mudando de cidade, trocando de amigos ou de amores. Certas coisas estão sempre lá, você sempre as vê. A amizade forçada, a mágoa, as palavras nostálgicas, sentir-se deslocado no meio de tantas pessoas. O sentimento é igual. Totalmente igual. Como um déjà vu. Só que você passa pelas mesmas situações angustiantes de antes. E você olha a hora, e nada. E seus sonhos parecem um pouco distantes e alguém diz o que você não queria ouvir e você tem que correr para não estar atrasada. Você não ouve um obrigado ou um bom dia. E de repente sua imaginação te ataca e te leva para longe, mas quando você olha de novo você acorda. Certas coisas nunca mudam. Você olha para a janela e vê a chuva caindo, é mais um dia que tudo está cinza. Mas não se preocupe, esses dias vêm e vão, não importa o quanto você tenha que passar por dias chuvosos. O que seria do Sol sem a chuva?

Kamilla de Muinck.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...