21 de fevereiro de 2010

Alguém como eu.

Sou sensível demais. Ciumenta demais. Egoísta demais. Impulsiva demais, pensativa demais, sorridente demais. Confio demais, desconfio demais. Me importo quando ninguém se importa; encontro razões quando todos acham que não há razão nenhuma. Às vezes não falo palavra alguma, às vezes falo até alguém dizer chega. Leal demais, misteriosa demais, intensa demais, controladora demais, diferente demais, esquisita demais, simpática demais. Má demais. Imprevisível demais. Meu espiríto e personalidade são só meus. Eu os adquiri com os passos e tropeços da minha vida. Não deve ser dificil encontrar alguém assim, mas não deve ser fácil encontrar alguém como eu.




Kamilla de Muinck.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...